Oração pelos Editores



Que toda a Espiritualidade abençoe os que têm a coragem de apostar nos sonhos dos autores, de modo a fazê-los também seus sonhos.
Tenham a força e a doçura de ser guerreiros e advogados da palavra escrita e recebam sempre muito mais do que investiram em tempo, energia e dinheiro, de modo a prosperarem junto com os autores.
Sejam sempre interlocutores e mediadores da voz dos livros que brota do silêncio dos escritores.
Sejam, ainda, abençoados pelos leitores, que lhe reconhecem o trabalho, a ousadia, o empenho.
Que nunca lhes faltem sonhos!
Que sempre lhes sobre esperança!
Que seus planos e cronogramas sejam concretizados e ainda mais saudáveis que no monitor ou na folha impressa.
Que, ao semear livros, colham bibliotecas!
Assim seja!

Por: Ademir Barbosa Júnior (Pai Dermes de Xangô)