sábado, 21 de abril de 2018

ENTREVISTA COM ESPÍRITOS - OS BASTIDORES DO CENTRO ESPÍRITA (Osmar Barbosa)



Ser médium é a coisa mais divina que nos pode acontecer. Quando você compreende e se preocupa em como vai usar esse dom, tudo a seu lado se torna divino. Quando você consegue entender isso, tudo fica mais fácil, o universo conspira a seu favor, não tenha dúvida disso! Mediunidade é coisa muito séria. “Não dá para brincar de espiritismo, não dá para brincar de ser médium.”

Embora ser médium seja um grande desafio, pois muitas vezes nos falta a orientação correta, como posso exercer minha mediunidade com segurança? Como não piorar minha situação no mundo espiritual, pois sabemos que todo médium é um grande devedor? Qual o caminho? Como acreditar em todas as experiências que acontecem comigo? Serão todas elas verdadeiras? Por que eu sou médium? De onde vem à mediunidade? Qual é a hora certa para me desenvolver? Onde devo procurar a orientação correta para isso? Qual o tipo de casa espírita que devo procurar? Quais os tipos de mediunidade que possuo? Será a mediunidade coisa de Deus? Umbanda, candomblé, centro de mesa, kardecismo... Qual caminho eu devo seguir? Devo seguir as orientações do dirigente da casa espírita ao pé da letra? Devo ouvir sempre os espíritos? Como posso me comunicar com os espíritos de luz?

Além disso, quem são os espíritos, guias, mentores, anjos da guarda? Como tudo isso funciona? Onde ficam os espíritos? Oferendas, o que fazer? Será que os espíritos que trabalham nos centros espíritas precisam de oferendas? Por que pedem as oferendas? Charutos, velas, flores, incensos são mesmo necessários? Índios, caboclos, pretos velhos, exus, boiadeiros, quem são? De onde vêm? Por que vêm? Por que eles precisam de rituais? Por que as divisões? Há espíritos em toda parte? Obsessores, o que são? Como evitar a obsessão? Por que, às vezes, nos vemos desprotegidos? Será que os espíritos amigos podem desistir de mim? Por que uns recebem tanta ajuda do mundo espiritual e outros nem tanto? Existem cidades espirituais? Se existem, onde ficam? Quem é Exu? Orixás, quem são? Onde vivem? Por que existem essas denominações? Por que esses espíritos não encarnam mais? Eu posso ser um Orixá algum dia? Posso auxiliar os espíritos da umbanda quando eu morrer?

Quantas perguntas invadem o nosso ser mediúnico neste momento! Você, que está lendo este livro, já deve estar cheio de perguntas. Eu tive a oportunidade de passar alguns dias ao lado desses espíritos amigos que humildemente me explicaram como tudo isso acontece. Espero que as respostas dadas aos meus questionamentos satisfaçam a sua curiosidade. E lhe direcionem ao caminho que eu já encontrei. Espero que após a leitura deste livro, finalmente, você acredite que mediunidade é coisa divina, e sendo divina, divinamente devemos tratá-la, respeitá-la e exercê-la.

Boa mediunidade para você! Bem-vindo à Entrevista com Espíritos! – “Os bastidores do Centro Espírita”.

Por: Osmar Barbosa

segunda-feira, 19 de março de 2018

PAI JOAQUIM DE ARUANDA (Daniel Soares Filho)



Pai Joaquim de Aruanda traz em linguagem simples e direta uma homenagem a uma entidade que se manifesta em terreiro de umbanda plasmada sob a forma de um negro escravizado do Brasil oitocentista. Através das histórias que Pai Joaquim, ao longo dos anos, contou para o seu “cavalo”, pode-se ter uma pequena noção de como se dá a relação entre médium e entidade.

O leitor encontrará aqui algumas informações, elucidações e esclarecimentos sobre tópicos ligados a práticas magísticas (e – por que não dizer – místicas), bem como pontos de vista da vivência do autor ao longo de sua jornada espiritual-religiosa. Por este motivo, convém ressaltar que o objetivo do livro não é traçar um compêndio didático ou doutrinário sobre os Pretos Velhos na religião, e sim apresentar o relato de uma experiência pessoal junto a uma entidade que se denomina Pai Joaquim de Aruanda.

Por: Arché Editora

sexta-feira, 2 de março de 2018

GUARDIÃO EXU CAPA PRETA - MISTÉRIOS NÃO REVELADOS (Marcos Vazquez)



A Revelação de mistérios que ainda permaneciam ocultos e vistos apenas por quem tem olhos para ver! Hoje se abre para muitos! Uma obra trazida e passada diretamente por um Guardião dos mistérios da esquerda, onde em primeira pessoa descreve parte de seu domínio no baixo astral e os caminhos trilhados para trabalhar em favor da Luz Divina! Mostra os desafios e sofrimentos para manter a ordem e a disciplina com aqueles que estão submetidos a Justiça Divina em seus domínios. Cheio de mistérios e desejos, nos mostra que até mesmo do outro lado, nosso livre-arbítrio será sempre um de nossos maiores tesouros e servir a Deus, uma de nossas maiores conquistas.

O Guardião Exu Capa Preta relata parte de seus domínios e mistérios, mostrando todo real trabalho e obrigações dos servos da esquerda dos Tronos Divinos. Um caminho com muitos mistérios, revelações e conquistas trilhados por esse guardião em seus domínios, mostrando que realmente não é só prazer que existem no baixo astral e sim, muito trabalho, dedicação e deveres com o divino Criador e as linhas dos Orixás de Umbanda!!!

Por: Marco Vazquez

DIÁRIO DE UM UMBANDISTA - A SAGA RUMO AO SACERDÓCIO (Marco Vazquez)



Meu contato com a espiritualidade iniciou-se em 1997 onde através de uma amiga, hoje, minha esposa, me levou a conhecer um Centro de Umbanda, no qual jamais tinha pisado em toda minha vida. Devo dizer que foram os melhores anos de minha vida!!! A dedicação a espiritualidade era feita de uma forma plena, praticamente vivíamos dentro do centro, três vezes na semana eram abertos os trabalhos espirituais naquela casa. Durante o decorrer dos 6 anos que fiquei naquele centro tive o merecimento e oportunidade de aprender muito com todos os seres divinos que se manifestavam nas giras espirituais de suas determinadas linhas. O aprendizado era constante!!! Mas, com o decorrer dos anos comecei a sentir que não estava completo e que vários mistérios maiores estavam nos cercando em todo seu esplendor, mas percebia que onde estava, a chave não possibilitaria abrir novas portas. Foi quando conheci, através de um irmão-médium daquela casa, um novo caminho, o caminho da Magia Divina. Através do amado mestre Rubens Saraceni pude completar diversas lacunas que existiam em meus pensamentos ampliando, assim meu conhecimento, portanto a partir daí pude realmente perceber de verdade a amada religião de Umbanda, essa religião se mostrou muito diferente do que se falava por aí pelas pessoas que não conheciam realmente seus reais mistérios divinos. Através do estudo e leitura de diversos livros dedicados a Magia e a religião de Umbanda que pude perceber a magnitude de tudo que nos cerca em todas suas realidades, mas mesmo assim ainda não me sentia completo. Entendia que tudo que havia acumulado de conhecimento não poderia ficar guardado apenas em minha mente, fiquei me sentindo egoísta em não transmitir tudo que me foi revelado. Foi quando iniciei um novo projeto em 2010, um projeto de abrir um Espaço dedicado a ensinar e passar todo esse conhecimento à todos que me procuram, tudo aquilo que havia acumulado durante anos de aprendizado espiritual. Dessa forma, após mais de 20 anos de trabalho espiritual e mais de 10 anos como sacerdote umbandista, além de Mago Divino formado pelo Colégio de Umbanda e Magia de nosso amado e inesquecível Mestre Rubens Saraceni, ainda não me sentia completo. Foi através da editoração dessa obra, essa romance umbandista que pude me completar e me sentir pleno, através desse livro posso levar ao leitor o conhecimento dessa verdadeira religião, acabar com muitos dogmas que afastam novos adeptos e mostrar todos os passos que um novo médium umbandista pode trilhar até chegar ao ápice de sua evolução espiritual.

Por: Marco Vazquez

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

MÃE, VOLTEI! (Osmar Barbosa)




Todos nós já estamos cansados de saber que o suicídio é um caminho sem volta. Que a alma que comete o suicídio sofre muito e que essa atitude só atrasa a evolução pessoal de cada um.

O suicídio é o ato de um indivíduo, deliberadamente, encurtar a própria vida. Suicídios acometem pessoas em todas as camadas sociais e por diversos motivos, desde depressão, problemas financeiros, amores não correspondidos, desilusões e por ai vai.

Donde nasce o desgosto da vida, que, sem motivos plausíveis, se apodera de certos indivíduos? Por que muitas das vezes em atos de desespero pessoas cometem o suicídio? O que acontece quando somos surpreendidos por uma tragédia dentro de nosso lar? Como reagir a perda de um ser tão importante para nossa vida? Como reagir a morte de um filho, na tenra idade? Será que o criador está castigando a criatura? Porque morrem nossos filhos? Porque morrem as pessoas que mais amamos de forma tão trágica e dolorosa? Será que Deus pode nos livrar de um suicídio? Neste livro você encontrará respostas para essas e tantas outras questões que envolvem a maternidade a convivência familiar. E para brindar nossos leitores no final desta linda história psicografada, você recebe algumas cartinhas de crianças que desencarnaram e se encontram na Colônia Espiritual Amor e Caridade. Bem vindo a Mãe, voltei!

Por: Osmar Barbosa

CABOCLA DO ORIENTE - OS MISTÉRIOS DA CURA (Cissa Neves)




Esta obra foi escrita por Cissa Neves, sob a intuição do espírito Cabocla do Oriente. O leitor vai se emocionar com o belo e intenso romance vivido por um jovem casal em meio às tradições ciganas. Eles viveram um amor puro, cheio de magias e rituais do sagrado Povo Cigano do Oriente, amor este que não acabou nem mesmo com a presença do temido Senhor Anjo da Morte.

Esta obra nos traz muitos ensinamentos, entre eles, que o amor próprio é o mais belo dos amores e que sem ele não há como amar ninguém. São ensinados os sagrados mistérios das ervas e sobre as magias e os rituais de um povo que é muito cultuado e respeitado por aqueles que buscam conhecimento. O leitor vai se emocionar com a grandiosidade e a beleza do reencontro de entes queridos do outro lado da vida.

Aqui também estão contidos banhos, oferendas, chás, amaci e um ritual cigano, além de uma poderosa prece dedicada à sagrada Cabocla do Oriente.

Por: Madras Editora

sábado, 13 de janeiro de 2018

CIGANOS - ROM - UM POVO SEM FRONTEIRAS (Nelson Pires Filho)



Ao contrário do que muitos pensam, os ciganos, apesar de viverem em acampamentos que são verdadeiras cidades e de formarem sociedades próprias, independentes do resto do mundo, não são simples andarilhos. Eles possuem uma história de vida, bandeira, idioma próprio (romanês) e carregam consigo uma gama de costumes e tradições, que são descritos com riqueza de detalhes nesta obra. 

A tarefa de falar a respeito desse povo (Rom) sem fronteiras requereu grande responsabilidade do autor, que realizou diversas pesquisas, originando este belo trabalho. Aqui, você conhecerá desde a origem milenar dos ciganos até o modo de vida que eles levam hoje, espalhados por todas as partes do mundo, e adaptando-se, muitas vezes, a alguns costumes e religiões de cada região, bem como alguns dos grandes momentos difíceis pelos quais passaram ao longo de sua história.

Seja bem-vindo ao mundo encantado dos ciganos e saboreie a história de vida alegre e festeira desse povo, que foi vítima de preconceitos injustos e sem fundamento. 

Por: Nelson Pires Filho